terça-feira, 1 de Abril de 2014

ABC de Nelas celebra hoje o seu 27º Aniversário. Parabéns a TODOS!‏

ABC de Nelas celebra hoje o seu 27º Aniversário

Fundado em 1 de Abril de 1987



HOJE, dia 1 de abril, o ABC de Nelas celebra mais um ano de existência, o seu 27º Aniversário. Um dia bem verdadeiro.

Parabéns ABC de Nelas! São 27 anos ao serviço da população do concelho de Nelas, mas também com envolvência de muita gente dos concelhos vizinhos. Desde a sua criação, em 1987, o clube manteve atividade regular até sensivelmente meados de 1990, altura em que se verificou uma interrupção de mais de 4 anos. O segundo momento é ensaiado nos finais de 1994, inícios de 1995, com atividades culturais e o determinante para a vida do clube “Projeto Vida”. Em meados de 1996 ressurge a componente desportiva com a equipa sénior de futsal e no ano seguinte o clube dá início e primazia à formação desportiva.

Desde essa altura, desde sempre, com um objetivo – servir a comunidade envolvente, ajudar a formar crianças e jovens e dignificar e honrar o bom nome do concelho de Nelas.
Passados estes anos, podemos afirmar que somos uma instituição aind

quarta-feira, 26 de Março de 2014

Benjamins do Viseu 2001 sagram-se campeões distritais!

 Com muita garra, vontade e determinação, os jovens atletas do Viseu 2001 não sucumbiram à pressão e foram a Lamego, na derradeira jornada, vencer por 10-7 o Sporting local, sagrando-se assim campeões distritais!

Ao longo da época, os pupilos do mister Rui Maurício revelaram uma enorme vontade de ven­cer, lutando sempre pelos objetivos definidos, pelo que este título lhes assenta na perfeição!

VISEU 2001 | HONRAR VISEU

sexta-feira, 21 de Março de 2014

Comunicado Imprensa - Instituto Politécnico de Viseu Futsal‏

Decorreu durante o dia 17 e 18 de Março a 4ª e última Jornada Concentrada de Futsal Masculino em Coimbra. A equipa do Instituto Politécnico de Viseu, jogou da parte da manhã contra a Associação Académica de Coimbra onde se deixaram empatar no final do jogo 2-2 e da parte da tarde contra a AAUBI onde venceram por esclarecedores 6-1.
Sendo a única equipa a par da vice-campeã europeia Universidade do Minho sem qualquer derrota na competição.
Com estes resultados conseguiram o apuramento para a Fase Final do Campeonato Nacional Universitário que decorre de 7 a 12 de Abril na Maia, cidade europeia do Desporto em 2014.
Parabéns à equipa e a todos os envolvidos.

quarta-feira, 19 de Março de 2014

ABC Nelas - Futsal



ABC DE NELAS SAGRA-SE
BICAMPEÃO DISTRITAL DE FUTSAL DE INFANTIS AFV 2013/2014

ABC de Nelas conquista 34 º Título para o seu Palmarés.
Perto de comemorar o seu 27º aniversário, o clube dá desta forma uma prenda antecipada aos seus associados, simpatizantes, patrocinadores e parceiros.

O ABC de Nelas sagrou-se este domingo (dia 16 de março), CAMPEÃO DISTRITAL DE FUTSAL EM INFANTIS A. F. VISEU 2013/2014.
Tendo como palco o pavilhão da Soima, e com muitos adeptos a apoiar os jovens jogadores da equipa nelense, os academistas venceram o Gumirães por 10:2, carimbando desta forma a obtenção de mais um título para o ABC de Nelas – o 34º do seu historial.
Uma conquista saborosa valorizada pela excelente prestação de todas as outras equipas participantes no campeonato. Parabéns a todas pela grande jornada desportiva proporcionada a todos os atletas durante a época e pelo autêntico serviço público prestado a tantas e tantas crianças e jovens do nosso distrito.
A equipa nelense ficou em 1º lugar, com os mesmos pontos da AJAB, mas com vantagem no confronto direto – 45 pontos, fruto de 15 vitórias em 16 jogos, e o Melhor Ataque da prova com 162 golos marcados.
Com este triunfo, o ABC de Nelas alcança o 34º Título do seu palmarés e o sexto do escalão de Infantis – Campeão em 2004/2005, 2005/2006, 2006/2007 e 2007/2008, 2012/2013 e agora em 2013/2014.
Relembre-se que este escalão tem campeonato há precisamente onze temporadas, conquistando a equipa nelense mais de metade dos campeonatos disputados – 6, sendo dessa forma também o clube com mais troféus alcançados. Com esta conquista, o ABC de Nelas reforça a sua condição de clube com mais títulos conquistados em Todos os escalões das competições oficiais da A. F. Viseu.
Está de pois de Parabéns todo o grupo de trabalho por esta conquista – Jogadores, Técnicos e Diretores –, bem como todo o clube pelo trabalho desenvolvido. Felicitações extensivas aos inúmeros familiares dos atletas, sócios e simpatizantes em geral que sempre apoiaram calorosa e dedicadamente a equipa neste trajeto.
Agradecimento sentido a todos os parceiros oficiais pelo apoio concedido, à Câmara Municipal de Nelas e aos patrocinadores principais das equipas do ABC 2013-2014: Fundação Lapa do Lobo, Supermercados Mathias, Movecho, Escolas de Condução Rota da Estrela, JC Automóveis, Lusofinsa e Resul.
Mais uma prenda especial para toda a Família do ABC de Nelas que viu o seu clube conquistar mais um título bem perto da celebração do seu 27º aniversário.

quinta-feira, 6 de Março de 2014

Exibição de gala do Viseu 2001 dá empate frente ao líder

ESPETÁCULO FANTÁSTICO!
Exiba Viseu 2001 x Unidos Pinheirense 2-3-2014.jpg na apresentação de slides

Moldura humana impressionante no Pavilhão do Inatel com várias centenas de viseenses a vibrarem com a receção ao líder Unidos Pinheirense (Gondomar).

O Viseu 2001 jogava uma cartada importante para se aproximar do primeiro lugar. Os viseenses responderam ao repto e viram Bruno Marques abrir o marcador aos 7 minutos. Logo a seguir, em lance estudado, no seguimento de um livre Fábio ampliou para 2-0. Os líderes do campeo­nato perderam o Norte e os viseenses por pouco não ampliaram o resultado para 3-0. O Viseu 2001 tirou o pé do acelerador e pagou caro tal relaxamento: perto do intervalo os gondomaren­ses lograram apontar 2 golos empatando a partida.

Na segunda parte, o Viseu 2001 retomou as rédeas do jogo e adiantou-se novamente no marca­dor por intermédio de Miguel. Logo a seguir Javi podia ter ampliado para 4-2, falhando à boca da baliza. E quem não marca sofre: o líder puxou dos galões e apontou dois golos praticamente seguidos gelando o Inatel. O Viseu 2001 não desistiu, apostou no guarda redes avançado e Cristian a 1,5 m do fim apontou o golo da tarde, uma bomba que embateu na trave e desceu para o fundo da baliza visitante. No último segundo, o capitão Miguel apareceu isolado não con­seguindo fazer o 5-4 que premiaria a dedicação e entrega dos locais.

Foi um grande espetáculo num pavilhão com cerca de 600 pessoas a vibrar. Louve-se o fairplay com que ambas as claques (os adeptos  visitantes estiveram presentes em número assinalável) puxaram pelas equipas, assistindo a um jogo emocionante, discutido até ao último segundo.

Uma palavra para a nossa equipa: não ganhámos mas honraram Viseu, lutaram até à exaustão, quando assim é nada lhes podemos pedir mais…

Crónica do Jogo Futsal and more....‏



18ª Jornada do Campeonato Distrital de Futsal de JUNIORES A
CASA BENFICA VISEU 1 – SEVER 7
 
Ultima jogo deste disputado campeonato e a equipa da CBV tinha pela 
frente o 2º classificado do mesmo, a excelente equipa do SEVER, que 
sonha ainda com o titulo distrital, como tal teria que vencer no campo 
do Inatel, sendo que a equipa de vermelho vestida, jogava muito 
desfalcada, devido a castigos e lesões, apenas podíamos contar com 6 
jogadores juniores, sendo que apenas 1 do 2º ano, completando a 
convocatória deste jogo com 6 jogadores JUVENIS, que diga-se de 
passagem estão a fazer um excelente campeonato e como tal merecedores 
de toda a nossa confiança.
 
O Jogo desde inicio foi muito disputado, com ambas as equipas a 
pressionarem alto, sem nada temerem, apesar de sabermos os riscos que 
corríamos com esta tática, no entanto foi assim assumido e apesar de 
se ter entrado muito nervoso em campo, resultando daí 2 golos sem 
resposta do SEVER, a partir dos 7m, a equipa da casa começou a 
bater-se de igual para igual, com a entrada de jogadores mais rápidos 
e combativos, criou várias oportunidades, mas foi novamente a equipa 
que veio de SEVER que marcou o seu 3º golo, sem desistir ou virar a 
cara á luta, continuámos a batalhar e no período final deste primeiro 
tempo, foi a nossa equipa que mais lutou para marcar, sendo que apenas 
numa das muitas oportunidades criadas marcou, reduzindo para 1-3, por 
intermédio do Ricardo e finalizando assim este período.
 
Na 2ª parte e mais uma vez com uma entrada desconcentrada, o 
adversário consegue realizar uma pressão maior e marca novamente por 
mais 3 vezes em 10m, deixando os alguns jogadores da CBV desanimados, 
pois a sorte nada queria com eles, no entanto foi importante rodar 
todos os jogadores presentes, para num assumo final, carregar-mos 
novamente, mas sem o discernimento necessário para marcar, e até foi o 
SEVER, que mesmo a acabar a partida marca o seu 7º golo, resultado na 
minha opinião e penso do numerosos publico que desta feita esteve 
presente e apoiou a equipa da CBV foi muito dilatado para o que 
realmente aconteceu em campo, sendo que a vitória não merece 
contestação, mas sim os números exagerados da diferença que realmente 
aconteceu…mas como diz o ditado, quem não marca, sofre e nesta 
disputada partida que engradeceu o futsal regional, com o maior dos 
fair-plays e com uma equipa de arbitragem que não sendo responsável 
direta pelo resultado, foi muito condescendente no que ás faltas diz 
respeito ao contrário das exigências no cumprimento das regras do 
jogo, como na reposição de bola pelo guarda-redes…
 
Caros jogadores, familiares, treinadores, associados e dirigentes da 
CBViseu, tendo sido esta a ultima jornada do campeonato supracitado, 
venho por este meio exprimir para todos vós o meu mais sincero 
obrigado por tudo que fizeram em prol desta instituição ao longo dos 
anos em que estive á frente dos destinos da formação das várias 
equipas deste pequeno clube, mas já com uma grande mística e merecedor 
do respeito de todos os futsalistas, não só pelo que fizeram em prol 
da modalidade, mas sobretudo pela forma como ajudámos a construir 
personalidades fortes, lutadoras, com espirito de sacrifício e 
sobretudo com grande cumplicidade e união de grupo, afinal mais do que 
vencer ou perder, a competição futura é com a vida e é com estes 
homens do amanhã que podemos construir uma sociedade mais pacifica, 
igualitária e onde todos tenham o seu espaço para serem felizes…sabem 
que podem sempre contar comigo para o que precisarem, pois tenho a 
firme convicção que neste périplo desportivo, já fiz e manterei muitos 
e bons amigos que não sendo de sempre, podem ser para sempre!
 
Quanto á equipa de Juniores e apesar da posição na tabela 
classificativa que ocupamos, sabemos que há em vocês muita qualidade, 
faltando apenas aliar a mesma a outras vertentes competitivas que não 
nascendo de igual forma em cada uma de vocês com muito e intenso 
trabalho podem lá chegar e tenho a certeza alguns de vocês vão dar uma 
resposta afirmativa já na próxima época, por isso quero que acreditem 
nas vossas capacidades e saibam sempre respeitar quem ficar á frente 
dos vossos destinos desportivos, pois só a união faz a força!
 
Logicamente não foi uma tarefa fácil, pelo contrário, tivemos vários 
momentos menos bons, nem todos corresponderam ao que se pretendia, nem 
sempre o fair-play apregoado subsistiu em relação a ocorrências dos 
jogos mais desfavoráveis, nem todos conseguiram manter a calma e a 
ponderação desejada, inclusivamente eu, apesar de serem poucas as 
vezes que isso terá ocorrido, já que me posso regozijar que nestes 6 
anos que fui o principal responsável pelas equipas que treinei, nunca 
fui expulso ou adoestado, tentando sempre manter uma postura reta, 
cordial e sobretudo sincera, sabendo no entanto que com o calor dos 
jogos, nem sempre terei usado dos melhores princípios para com as 
equipas de arbitragem, que independentemente de estarem ou não a 
praticarem uma arbitragem isenta de erros, com certeza que não o farão 
de forma pensada ou dissimulada, apenas podem estar num dia mau, 
afinal como todos nós e como tal desde já me penitencio se me dirigi a 
algum de vocês ou a outros responsáveis clubísticos de uma forma mais 
incorreta ou desadequada, pois não é de todo essa a minha filosofia de 
vida, apesar de com certeza também concordarem que como líder é minha 
obrigação defender os meus jogadores e a minha equipe, mantendo-me 
sempre fiel aos princípios da igualdade e da coerência que acima já 
referi.
 
Finalmente, queria também e se me permitirem, deixar uma mensagem de 
grande carinho á minha família, que foi sem duvida a mais prejudicada 
por todo o tempo que disponibilizei em prol desta espetacular 
modalidade, que aturou principalmente os dias menos felizes, que ouviu 
nos muitos pavilhões em que já passámos, alegorias á sua pessoa, sem 
que nunca tenham feito nada para o merecer, bem pelo contrário, sempre 
me apoiou em todos os momentos e que foi imprescindível para chegar 
até aqui com o orgulho de ter feito tudo o que podia e sabia em prol 
da minha equipa!
 
Quanto a mim, não será de todo uma despedida, mas sim um até breve, 
mas com outros predicados e com outra disponibilidade física e mental 
que atualmente não me era de todo possível concretizar…
Quero desejar a todos os amantes desta modalidade, aos blogers, e aos 
anónimos mais atentos a continuação de um bom ano, com muitas e 
felizes vitórias desportivas…
 
Casa Benfica Viseu: Miguel (GR), Xico, Gonçalo, Miguel Ângelo e Manel, 
jogaram ainda Rubem (GR), João Correia, Ferreira, Ricardo, Diogo, 
Gabriel e Daniel (todos os últimos 6 ainda Juvenis).
Treinador: Hélder Lourenço                                                                   Diretor: Alberto Ferreira
 

segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014

Viseu 2001 enfrenta líder

 O Viseu 2001 joga no domingo, dia 2 de Março, pelas 17H00 no pavilhão do INATEL frente ao Unidos Pinheirense, atual primeiro classificado, numa partida que será de vital importância para as expetativas do Viseu 2001 na 2ª Divisão Nacional de Futsal.

Em caso de vitória, o Viseu 2001 relança-se no objetivo da subida à 1ª Divisão, numa luta que se espera intensa até final.

Este jogo irá opor duas equipas em bom momento de forma, pelo que se aguarda um grande espetáculo.

segunda-feira, 17 de Fevereiro de 2014

Crónica da 17ª Jornada do Campeonato Distrital de Futsal - Juniores A‏



7ª JORNADA do CAMPEONATO DISTRITAL de FUTSAL – JUNIORES A
ARMAMAR FUTSAL 2 - CASA BENFICA VISEU 1
Caros leitores, estamos já muito perto do final desta 1ªfase do 
campeonato distrital de futsal, escalão júnior e tinha a equipa da CBV 
o seu ultimo jogo fora de portas, com uma equipa que tinha vencido em 
sua casa na 1ª volta, mas que sabíamos, agora com mais jogadores 
disponíveis, ao contrário da nossa com 2 baixas de peso para a disputa 
do mesmo.
 
O jogo começou disputado, com ambas as equipas á espera o adversário 
no seu meio campo, fechando bem as linhas de passe e originando que 
fosse o remate exterior o mais usado para chegar ao golo, infelizmente 
foi o que aconteceu para a equipa da casa, já depois da equipa da CBV 
ter enviado uma bola ao poste, o Armamar, consegue espaço para 
rematar, originando 2 boas defesas por parte do GR da CBV, mas que não 
teve a ajuda necessária dos seus defesas e no terceiro remate não foi 
possível fazer o mesmo e o marcador era inaugurado. A Equipa da CBV 
não esmoreceu e com maior convicção foi mais afoita junto á baliza 
contrária com algumas oportunidades mas sempre com boa oposição do GR 
contrário, até que na marcação de uma penalidade, consegue o justo 
empate numa execução sem mácula do seu capitão Rafa. Acreditando nas 
suas capacidades a equipa de vermelho vestida continuava a pressionar, 
jogando agora o Armamar em contra-ataque…mas numa falta inexistente na 
zona frontal e num remate bem colocado, o Armamar passa novamente para 
a frente, estando o jogo já muito perto do intervalo, pouco mais havia 
para jogar neste tempo inicial.
 
Vinha-mos para a 2ª parte com a ideia de jogo bem definida, com 
pressão alta e tentar marcar com a brevidade possível e os jogadores 
assim o fizeram com uma pressão individual e coletiva muito em cima, 
não dando espaço á equipa da casa, conseguindo assim muitas bolas 
rápidas, mas mais uma vez, quer por ineficiência dos atacantes da CBV, 
quer por um bom punhado de defesas do GR do Armamar, não se conseguia 
marcar e pelo contrário com uma mudança radical de critério da dupla 
de arbitragem em relação á 1ª parte, faltando ainda 8m para o final, 
já tinha-mos 5 faltas e sabia-mos que estávamos na linha de risco, mas 
não havia nada a perder, certo?!
 
No entanto surge aqui o momento do jogo, quando o pivot da CBV se 
isola depois de ter ganho ombro a ombro com o seu marcador direto, e 
já tinha feito o passe fatal para outro jogador da CBV que ao 2º poste 
só teria que empurrar a bola para o empate, mas do nada é assinalada 
falta atacante, com a explosão normal de todos os elementos da equipa 
forasteira, principalmente do próprio jogador em causa, que nesta 
situação especifica emana palavras de desagrado menos próprias não 
dirigidas diretamente para ninguém mas de pura e dura frustração pela 
incredulidade do lance, que no entanto o Sr. Árbitro considerou 
ofensiva para o próprio, expulsando de imediato o jogador em causa…não 
havendo mais a fazer, pois quem manda será sempre o critério do Sr. do 
apito, tivemos que assentar, aguentar o período de 2m com menos 1 
jogador e no que resta-se tentar pelo menos o empare que nos havia 
sido negado…apesar do empenho de todos, as forças já não eram muitas e 
o discernimento ainda menor e tal não foi conseguido pois pouco depois 
finaliza o jogo, onde desta vez a equipa da CBV mostrou outra atitude 
e argumentos que não tinha acontecido no jogo anterior, mostrando que 
poderia ter ido mais alem no que á classificação diz respeito…
 
Uma saudação para a equipa do Armamar, que fez pela vida e teve a 
sorte do jogo, para a equipa da CBV, que se jogasse sempre assim 
outros resultados apareciam com certeza e para a equipa de arbitragem, 
que teve 2 pesos e 2 medidas nas duas partes do jogo, o que não 
beneficia o jogo, antes pelo contrário, torna-o menos exequível, por 
isso por favor tenham esse aspeto em atenção em futuras intervenções.
 
EQUIPA CBV: Rubem (GR), Bruno Valentim, Miguel Ângelo, Francisco, e 
Rafa (Cap.), tendo jogado ainda o Miguel (GR), Gonçalo, Manuel e Lima.
Treinador: Hélder Lourenço                                                                                  Delegado: Alberto Ferreira
 

quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2014

CASA BENFICA VISEU 1 – G.D.S.JOÃO PESQUEIRA 6

16ª JORNADA do CAMPEONATO DISTRITAL de FUTSAL – JUNIORES A
CASA BENFICA VISEU 1 – G.D.S.JOÃO PESQUEIRA 6
 
Caros leitores, hoje vou ser muito resumido na habitual crónica ao  
jogo da antepenúltima jornada do distrital de futebol, que pôs frente  
a frente duas equipas separadas por 3 pontos na classificação e cujo  
resultado da 1ª volta dava azo para mais uma disputada partida de  
futsal, pois infelizmente e no que diz respeito ao jogo o resultado é  
explicativo de uma partida em que só teve uma parte, a 2ª, pois na  
primeira apenas a equipa do Pesqueira esteve concentrada, esclarecida,  
com garra e muita organização para que ao intervalo o resultado já  
estivesse em 5 golos sem resposta para a referida equipa, já que a  
maior parte dos jogadores da casa estavam completamente a dormir, sem  
reação, sem chama, sem alma…parecia que algo tinha acontecido á equipa  
que fazia os jogadores ficarem atónitos a verem a banda a passar…e nem  
uma pequena reação entre os 10 e os 20m foi suficiente para mudar o  
que quer que fosse.
 
Já na retoma da partida, então apareceu uma resposta mais condigna da  
equipa de vermelho vestida, esforçando-se em colmatar o péssimo início  
de jogo, conseguindo várias oportunidades de golo que foi sempre  
adiado pelo GR contrário, sendo que até foi a equipa forasteira que  
mais uma vez marcou em contra-ataque, mas continuando a insistir  
acabou a equipa de Viseu por marcar o seu golo mais do que merecido  
numa jogada individual do Francisco, depois de ter desperdiçado  
anteriores ocasiões sempre por falha no passe decisivo, mesmo em  
superioridade numérica. Nos minutos finais o jogo começou a endurecer,  
com entradas menos próprias e abusando da componente física de ambas  
as equipas, que veio originar uma situação completamente infeliz,  
confrangedora com inexplicáveis cenas de agressividade de parte a  
parte, quando nada fazia prever, pois estava tudo decidido no que ao  
jogo dizia respeito, mas no ultimo lance do desafio em que há uma  
entrada a pés juntos a um jogador da CBV, que ao levantar-se tira de  
esforço do seu adversário pela entrada dura e encosta o corpo e a  
cabeça no atleta contrário que cai de imediato no chão e com este  
lance, todo o banco do Pesqueira vem a correr para junto dos jogadores  
em causa, precisamente á frente do banco da equipa da Casa e num  
instante o burburinho foi imenso com jogadores envolvidos, dirigentes  
a tentar acalmar os respetivos planteis, mas a não ser nada fácil de  
conseguir, já que a envolvência entre os jogadores estava em vários  
pontos do terreno. Quando tudo acalmou, ocorreram 2 expulsões para  
cada lado, já com o jogo dado como finalizado e principalmente uma  
péssima imagem do que deveria ser o fair-play e a prática desta  
modalidade.
 
Desde já como principal responsável pela equipa da Casa, peço desde já  
desculpas a todos os presentes e principalmente á equipa adversária  
pelo momento causado, não porque considere que no caso exista só um  
culpado, mas porque enquanto estiver nesta modalidade, é com este  
fair-play e com muito respeito que a minha equipa deverá sempre  
receber os seus opositores, e no desporto, saber perder é tão  
importante como saber ganhar…para todos!
Finalizo referindo que a equipa de arbitragem no geral esteve bem, com  
critério largo, sem decisões polémicas, apenas podendo registar alguma  
condescendia nos últimos minutos de jogo, quanto ao que resta para a  
finalização deste campeonato e são 2 jogos, vai-se tentar moralizar os  
jogadores que restam, e pelo menos honrar a camisola que vestem, para  
dar o melhor que conseguirem por eles e para a Casa do Benfica em Viseu.
 
EQUIPA CBV: Cris (GR), Pedro Carvalho, Francisco, André Cunha e Rafa  
(Cap.), tendo jogado ainda o Miguel Ângelo, Bruno, Manuel e Lima e  
Ruben (GR).
Mister Hélder Lourenço     Diretor: Alberto Rodrigues
 

terça-feira, 11 de Fevereiro de 2014

Gonçalo Sobral, Jogador do ABC de Nelas, chamado ao Estágio da Seleção Nacional de Futsal Sub-18



Mais um Enorme Orgulho Nelense:
Gonçalo Sobral, Jogador do ABC de Nelas, chamado ao Estágio
da Seleção Nacional de Futsal Sub-18

Um grande orgulho para o ABC de Nelas. Um grande orgulho para os nelenses.

Um Jogador do ABC de Nelas foi esta semana convocado pelo Seleccionador Nacional de Futsal, professor Jorge Braz, ao estágio de preparação da Seleção Nacional de Futsal Sub-18. Gonçalo Sobral vai integrar os trabalhos da Seleção Nacional entre os próximos dias 10 e 13 de fevereiro.
Parabéns Gonçalo! É um justíssimo prémio para ti e para todos, e foram muitos, os que contribuíram para mais este momento histórico e inesquecível.
Recordamos que Gonçalo Sobral, atualmente com 17 anos, é jogador do clube nelense desde os Benjamins. Devido ao seu enorme talento, este jovem, júnior de 1º ano, integra o plantel sénior do clube desde a época passada (ainda juvenil na altura), sendo um dos jogadores mais utilizados pelo técnico Augusto Assunção.
Foi muita gente que contribuiu para mais este ponto alto do clube, relevando para o efeito todos os treinadores do clube no percurso deste jogador, bem como os diretores que o acompanharam e orientaram.
Felicitar ainda quem muito apoiou este percurso: os pais, familiares, colegas de equipa, sócios, simpatizantes, patrocinadores e todos os elementos dos órgãos sociais do clube.
A todos um enorme bem-haja beirão.
Esta honraria premeia também todo o trabalho desenvolvido nos escalões de formação do clube ao longo dos anos e é um enorme incentivo e estímulo para todos os jogadores da formação do ABC de Nelas continuarem a trabalhar e a dedicarem-se visando a constante evolução.
Desta feita foi este jogador, há sensivelmente 1 ano foram outros dois (André Coelho e Rafa), no futuro serão outros, esperamos nós. Acreditemos nisso e trabalhemos juntos para alcançar esse objetivo.
Uma formação do ABC de Nelas no bom caminho, que junta aos inúmeros títulos conquistados (é o clube com mais troféus em todos os escalões das competições da AFV), presenças em finais nacionais de juniores e juvenis, participação habitual e constante nas seleções distritais e agora, uma vez mais, num estágio das seleções nacionais de Futsal.
Obrigado a todos, os que trabalharam, os que continuam a trabalhar, por este percurso que muito nos honra.
O ABC de Nelas Somos Mesmo TODOS Nós!